Terça, 15 de Junho de 2021 99 99999-9999
Paraíba Mucormicose

Secretaria de Saúde investiga se morte com suspeita de fungo na PB teria ligação com a Covid-19

Secretaria de Saúde investiga se morte com suspeita de fungo na PB teria ligação com a Covid-19

07/06/2021 21h58
29.899
Por: Gilberto Martins Fonte: Secom PB
Secretaria de Saúde investiga se morte com suspeita de fungo na PB teria ligação com a Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está apurando o caso da morte de uma mulher em João Pessoa que teria sido vítima de mucormicose, doença infecciosa rara causada pelo fungo Rhizopus spp. A investigação epidemiológica da pasta também está buscando constatar se a paciente teria adquirido Covid-19 e se as duas enfermidades estariam relacionadas.

Por meio de nota, a SES informou nesta segunda-feira (7) que recebeu no último sábado (5), por meio do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde da Paraíba (Cievs-PB), a notificação do caso suspeito da doença, também conhecida como ‘fungo preto’.

“Trata-se um uma mulher adulta, residente no município de Areia de Baraúnas. A paciente estava aos cuidados do Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, e foi a óbito no dia 13 de maio de 2021”, diz a nota da SES.

Mucormicose

Segundo publicação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), o fungo preto é, via de regra, encontrado na natureza, na terra, mas também em alimentos estragados, como as frutas mofadas.

Ainda conforme o ministério, em indivíduos com a imunologia debilitada, porém, causa mucormicose, resultando em operações mutiladoras ou até em morte.

“Na Índia tornam-se cada vez mais frequentes, entre pacientes de Covid-19, os diagnósticos de uma infecção fúngica. Muitas vezes fatal, a mucormicose se propaga pelo corpo, destruindo pele, músculos, ossos e órgãos”, diz nota do MCTI.