Segunda, 17 de Maio de 2021 99 99999-9999
Paraíba Descaso

Negligência e descaso podem ter levado a perda de mais de 30 Milhões de Reais ao Município de Patos

Negligência e descaso podem ter levado a perda de mais de 30 Milhões de Reais ao Município de Patos

20/04/2021 21h42 Atualizada há 4 semanas
3.886
Por: Gilberto Martins Fonte: Patos online
Negligência e descaso podem ter levado a perda de mais de 30 Milhões de Reais ao Município de Patos

Durante entrevista ao Programa Polêmica, na Rádio Espinharas FM, o prefeito de Patos, Nabor Wanderley, acabou revelando que o município perdeu mais de 30 Milhões de Reais de recursos públicos oriundos do Governo Federal e de convênios com bancos oficiais para a realização de obras e a melhoria da infraestrutura na cidade de Patos.

A cifra bastante significativa pode estar ligada a questões relacionadas a negligência de gestões anteriores, descaso do poder público executivo e legislativo do Município de Patos. A falta de acompanhamento dos recursos causou um prejuízo notório, pois são obras paralisadas, melhorias na infraestrutura não realizadas e existe a possibilidade de recursos carimbados terem sido desviados para pagamento de folha de pessoal e despesas não justificadas.

Em decorrência do descaso e da omissão dos órgãos fiscalizadores, a exemplo da Câmara Municipal de Patos, o município entrou em sérias restrições que podem causar danos na realização de convênios e na captação de recursos públicos.

A ineficiência e a falta de fortalecimento de setores dentro da própria gestão para acompanhar os convênios, aplicação dos recursos e dar dinamismo custaram caro ao Município de Patos. Alguns dos recursos destinados para “estruturação” foram  usados para “manutenção” e outros foram perdidos por inoperância administrativa. 

A Gerência Executiva, da Caixa Econômica Federal, através do ofício número 0407/2.021, comunicou ao prefeito Nabor Wanderley que o contrato de repasse nº 844021/2017 foi extinto e os recursos devem ser devolvidos. Esse ofício é apenas um dos que têm esse mesmo teor.

A Prefeitura Municipal de Patos, na gestão Nabor Wanderley, contratou a Empresa Paraibana de Convênios (EPC), localizada em João Pessoa, para administrar e acompanhar os recursos. A reportagem fez contato com o diretor da referida empresa, porém, este relatou que não tem autoridade para falar em nome da prefeitura.

A Prefeitura Municipal de Patos também contratou a senhora Eulanda Ferreira para acompanhar os convênios em Patos. Eulanda também foi contatada pela reportagem e disse que aguarda o retorno do prefeito Nabor Wanderley para que seja dada uma declaração pelo próprio gestor.