Terça, 07 de Dezembro de 2021 17:54
Tecnologia Simulação

Paraibana participa de simulação de vida em Marte no Rio Grande do Norte

Paraibana participa de simulação de vida em Marte no Rio Grande do Norte

06/11/2021 22h32
31.531
Por: Gilberto Martins Fonte: tvsabugi
Paraibana participa de simulação de vida em Marte no Rio Grande do Norte

 

A paraibana Rammony Diniz, de 24 anos, está participando desde sexta-feira (5) de uma experiência de “outro mundo”: a jovem vai viver em um ambiente análogo a Marte. A simulação ‘Habitat Marte’ é promovida Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Antes de chegar até o quarto planeta do sistema solar, Rammony descobriu sua paixão pela astronomia aos 18 anos, depois de conhecer o tema após uma matéria de TV. Depois, o sentimento cresceu após a paraibana ganhar um telescópio.

Entre leituras espontâneas sobre astronomia e olhares ao céu através do telescópio, Rammony começou a frequentar palestras em clubes de astronomia da UFPB e também da Associação Paraibana de Astronomia (APA).

A jovem, atualmente operadora de telemarketing, já participa de eventos, como observações astronômicas e palestras, pelo Nordeste. O sonho de Rammony é cursar algo na área, especialmente na Nasa – National Aeronautics and Space Administration ou Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, nos Estados Unidos da América.

>> Astrofotografia: conheça segredos e dicas de como tirar fotos do céu noturno 

“Comecei com esse sonho de fazer um curso lá já faz 2 ou 3 anos, o Space Camp. É um curso oferecido pela Nasa onde se passa uma semana em treinamento com atividades voltadas ao espaço. Vendi água na praia pra tirar passaporte e consegui. Também abri vaquinha virtual para arcar com o custo pois não é barato (no processo ainda) e veio a pandemia e parou tudo. Aí abracei a oportunidade do ‘Habitat Marte’ enquanto não vou para a Nasa”.

O Habitat Marte

O Habitat Marte é um projeto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O projeto faz parte do Núcleo de Pesquisas em Engenharia Ciência e Sustentabilidade da UFRN e funciona, desde 2017, no município de Caiçara do Rio do Vento, em uma área impactada pela mudança climática, pela seca e pela escassez hídrica.

O desafio deste ano é a Missão Sian, onde doze participantes irão realizar atividades como conhecimento de estufa sobre a colheita e plantação de alimentos em Marte, teste de mergulho pra análise da resistência, avaliação psicológica, observação astronômica à noite e acampamento.

Para participar da simulação, Rammony vendeu rifas e recebeu apoio de seguidores. Ansiosa para a experiência, Rammony espera pelas atividades de turismo espacial:

“Admirar o céu e os astros me deixa muito animada… também me alegro com cada divulgação de descobertas sobre o universo”, conta Rammony.

A missão Sian tem esse nome para homenagear Sian Proctor, que foi uma das astronautas da missão espacial Inspiration 4 da SpaceX. A simulação começou nesta sexta-feira (5) e segue até o domingo (7).

Fonte: Luana Almeida