Sexta, 22 de Outubro de 2021 22:39
Educação Reitoria do Sertão

Audiência pública que discutirá criação do IF do Sertão e instalação da reitoria em Patos acontece nesta quarta-feira

Audiência pública que discutirá criação do IF do Sertão e instalação da reitoria em Patos acontece nesta quarta-feira

12/10/2021 23h27 Atualizada há 1 semana
8.003
Por: Gilberto Martins Fonte: tvsabugi
Audiência pública que discutirá criação do IF do Sertão e instalação da reitoria em Patos acontece nesta quarta-feira

Acontece a partir das 9h desta quarta-feira, 13/10, na Câmara de Municipal de Patos Casa Juvenal Lúcio de Sousa, a audiência pública que discutirá a criação do Instituto Federal do Sertão Paraibano, com sede da reitoria em Patos. A nova instituição será criada a partir do desmembramento do Instituto Federal da Paraíba (IFPB).

Idealizada pelo ex-aluno do IFPB Campus Patos, o jovem Pedro Jorge Nunes da Costa, de 27 anos, a proposta de desmembramento da instituição faz parte do pacote de escolas técnicas federais a serem reordenadas pelo Ministério da Educação. O projeto deverá ser enviado à Câmara dos Deputados pela Casa Civil a partir da próxima sexta-feira, 15.

Embora o Ministério da Educação tenha emitido parecer técnico, que define Patos como sede da futura reitoria, existem tentativas políticas para que ela seja implantada em Sousa ou Cajazeiras. “Se isso acontecer, será um prejuízo não apenas para Patos, mas para todo o Sertão da Paraíba. O Curso de Medicina, que foi para Cajazeiras, está aí como um belo exemplo”, comentou Pedro Jorge.

O autor da proposição da solenidade, o vereador Zé Gonçalves (PT), também manifestou preocupação quanto a ida da reitoria para o Alto Sertão. “Nossa preocupação é justamente com a instalação da reitoria do IF Sertão em outra cidade que não seja Patos. Isso traria enormes prejuízos para a nossa região.”, disse.

Os entusiastas do desmembramento defendem a manutenção da reitoria na Capital do Sertão, conforme a pasta já designou, e um manifesto on-line segue sendo realizado. “Não há motivos para um futuro projeto, que traga Patos, seja alterado. Se o MEC definiu, está definido. Qualquer outra decisão fora do escopo será meramente política e trará prejuízos. Está claríssimo que Patos reúne mais condições que Sousa e Cajazeiras e isso não é surpresa para ninguém. É a cidade natural para ser instalada essa reitoria pelos atributos que demonstra. É a mais importante da região”, acrescentou o idealizador.