Sexta, 22 de Outubro de 2021 22:45
Educação Reinício

Aulas presenciais são retomadas em escolas públicas de Campina Grande, nesta segunda (20)

Aulas presenciais são retomadas em escolas públicas de Campina Grande, nesta segunda (20)

20/09/2021 10h44
8.514
Por: Gilberto Martins Fonte: tvsabugi
Aulas presenciais são retomadas em escolas públicas de Campina Grande, nesta segunda (20)
 

As aulas presenciais da rede municipal de ensino são retomadas nesta segunda-feira (20), em Campina Grande. As escolas estavam fechadas há quase dois anos, por causa da pandemia da Covid-19, mas, depois que os profissionais da educação foram vacinados contra a doença, as aulas estão retornando de forma híbrida e gradativa.

 

As aulas presenciais da rede municipal de ensino são retomadas nesta segunda-feira (20), em Campina Grande. As escolas estavam fechadas há quase dois anos, por causa da pandemia da Covid-19, mas, depois que os profissionais da educação foram vacinados contra a doença, as aulas estão retornando de forma híbrida e gradativa.

 

Segundo o secretário de educação de Campina Grande, Raymundo Asfora Neto, o retorno das aulas deve acontecer de forma progressiva e escalonada, através de fases. Nesta primeira fase, as salas funcionarão com 50% do limite de capacidade.

Os alunos têm direito ao retorno, mas nenhum deles é obrigado. As atividades remotas pela internet e TV serão mantidas. Outra medida adotada pela prefeitura é a realização de uma busca ativa pelos estudantes matriculados, mas que não e estão interagindo com a escola. O secretário de educação ainda lembra que a autonomia do retorno das crianças a escola ainda é dos pais:

“Mesmo com o avanço da vacinação [contra a Covid-19], mesmo com os leitos [de UTI de Covid-19] estando cada vez menos ocupados, os pais ainda são os responsáveis por saber se é seguro mandar os filhos para a escola, pois, nesse ano de 2021, ainda tem a possibilidade de o aluno ficar só com o modelo remoto”, contou Asfora Neto.

Ainda segundo o secretário, o retorno das aulas estava previsto para o dia 13 de setembro, mas foi adiado para esta segunda-feira (20), em virtude de um atraso na aplicação da segunda dose da vacina AstraZeneca nos profissionais da educação. A volta das atividades em creches e escolas tinha como requisito a aplicação das segundas doses das vacinas contra a Covid-19 nos profissionais.