Segunda, 04 de Julho de 2022 02:21
Polícia Covardia

Procurador que agrediu colega é preso em São Paulo, afirma governador

Procurador que agrediu colega é preso em São Paulo, afirma governador

23/06/2022 11h21
7.579
Por: Gilberto Martins Fonte: tvsabugi
Procurador que agrediu colega é preso em São Paulo, afirma governador

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), informou em seu Twitter que o procurador Demétrius Oliveira de Macedo foi preso nesta quinta-feira (23).

O procurador foi gravado agredindo a colega Gabriela Samadello Monteiro de Barros no município de Registro, no interior paulista.

Nesta quarta-feira (22), o juiz Raphael Ernane Neves, da Primeira Vara Criminal do Foro de Registro, no interior de São Paulo, decretou a prisão preventiva.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Demétrius Oliveira de Macedo é visto desferindo socos em Gabriela. A gravação mostra ainda que uma segunda funcionária é empurrada contra uma porta ao tentar conter o homem.

No boletim de ocorrência obtido pela CNN, Gabriela narra que, por volta das 16h50 da segunda, Macedo saiu de sua sala e veio em sua direção, desferindo uma cotovelada na região da cabeça e a arremessando contra a parede. O agressor seguiu com agressões contra a colega.

Em entrevista à CNN na manhã desta quinta-feira (23), enquanto o agressor ainda estava foragido, a procuradora Gabriela Samadello comentou que apenas a prisão traria alguma tranquilidade após o episódio de violência. Samadello, porém, reforça que o entendimento da justiça sobre a gravidade do caso é fundamental.

“Caso não se entenda que ele tentou de fato me matar — que eu acho que foi o que de fato aconteceu — ele pode ser solto e eu vou continuar com medo. Eu entendo que penas restritivas de direito, penas de multa… penalidades alternativas à prisão são para pessoas que têm condições de viver em sociedade”, comentou a procuradora.

Ainda de acordo com Samadello, este não foi o primeiro comportamento violento do colega. “A gente já tinha medo dele há algum tempo. A convivência era muito ruim, complicada. Só que ninguém imaginava que ele fosse capaz de tentar me matar ali”, disse.

Fonte: CBN São Paulo