Sexta, 22 de Outubro de 2021 23:29
Esportes Empate

Campinense empata sem gols com o América-RN, no primeiro duelo das quartas de final da Série D

Campinense empata sem gols com o América-RN, no primeiro duelo das quartas de final da Série D

10/10/2021 20h42 Atualizada há 2 semanas
8.064
Por: Gilberto Martins Fonte: tvsabugi
Campinense empata sem gols com o América-RN, no primeiro duelo das quartas de final da Série D

Uma das quatro vagas para a Série C do Brasileiro começou a ser disputada na tarde deste sábado. O Campinense, único representante da Paraíba ainda na Série D, foi enfrentar o América-RN na Arena das Dunas, em Natal. O resultado até poderia ter sido melhor, mas ficou de bom tamanho. O empate sem gols na capital potiguar foi construído com certo controle da Raposa e sem muitos riscos. O segundo e decisivo jogo entre os times acontece no próximo sábado, agora no Amigão, em Campina Grande, também às 17h30. A equipe vencedora se garante na Terceirona. Caso a igualdade no placar se repita, a decisão será decidida nas penalidades máximas.

O primeiro tempo de jogo não apresentou ao Campinense qualquer perigo mais brusco de gol. Isso porque os jogadores comandados pelo técnico Ranielle Ribeiro foram muito obedientes no sistema defensivo e, além de não comprometerem, deram poucos espaços ao clube americano. Já no ataque, a Raposa foi mais perigosa. Logo aos três minutos, Fábio Lima teve a oportunidade de abrir o placar, mas parou em Samuel Pires. Aos 23 minutos, Marcos Nunes arriscou dentro da grande área e assustou o goleiro do Mecão. Apesar de conseguir os melhores lances no primeiro tempo, o Rubro-Negro não criou suficiente para conseguir abrir o placar nos primeiros 45 minutos.

Campinense empata sem gols com o América-RN, no primeiro duelo das quartas de final da Série D

O segundo tempo começou com a mesma intensidade por parte das duas equipes, mas sem uma organização que fosse suficiente para que as redes fossem balançadas. Só aos 20 minutos aconteceu um lance de perigo. Matheus Régis, atacante do Campinense, ganhou na força de Jean Pierre, invadiu a área e ajeitou para a chegada de Fábio Lima, que, com espaço para finalizar, mandou a bola por cima do gol. Aos 40, porém, aconteceu o lance mais perigoso da partida. E foi do time potiguar. Mazinho dominou pelo lado esquerdo, na linha de fundo, e bateu cruzado. Alvinho se esticou para chegar na bola, até acertou a redonda, mas não conseguiu pegar em cheio.

FICHA TÉCNICA

América-RN x Campinense – quartas de final da Série D do Brasileiro
Local: Arena das Dunas, em Natal
Público presente: 7.362 presentes
Cartões amarelos: Samuel Pires (A) e Luís Henrique (A); Serginho Paulista (C)
Escalação do América-RN: Samuel Pires, Felipinho (Felipe Cruz), Jean Pierre, Rômulo e Iranílson (Roni); Wellington Cézar, Luís Henrique, Erick Varão e Esquerdinha (Patrick Allan); Mazinho e Max (Alvinho). Técnico: Renatinho Potiguar.
Escalação do Campinense: Mauro Iguatu, Felipinho (Dênis), Michel Bennech (Cleiton), Itallo e Filipe Ramon; Rafinha, Serginho Paulista (Patrick) e Marcelinho; Fábio Lima (Juliano), Marcos Nunes (Matheus Régis) e Anselmo. Técnico: Ranielle Ribeiro.

 

Jogador do Campinense é atacado pela torcida do América-RN.

A partida de abertura do mata-mata do acesso da Série D, entre América-RN e Campinense, saiu das quatro linhas e virou caso de polícia. Quem pensou que após o empate em 0 a 0 entre as duas equipes, só haveria confronto uma semana depois, no jogo da volta, se enganou. Acontece que um confronto entre torcedores do time potiguar e jogadores e membros da comissão técnica do Rubro-Negro acabou marcando a noite do último sábado, manchando o pós espetáculo dentro de campo. O lateral-direito Dênis acabou ferido, e a diretoria da Raposa irá levar o caso à CBF.

Jogador do Campinense sai ferido após confronto iniciado por torcida do América-RN, em Natal

Depois do apito final, quando a delegação do Campinense já se preparava para deixar o hotel para iniciar a viagem de volta para Campina Grande, um grupo de torcedores de uma torcida organizada do time potiguar depredaram o ônibus da Raposa e invadiram o saguão do hotel, onde se iniciou uma verdadeira pancadaria. Na confusão o lateral-direito Dênis acabou ferido na perna e precisou de atendimento médico para levar alguns pontos. Apesar do ocorrido, o atleta e todo o restante da delegação passam bem.

Ferimento do lateral-direito Dênis | Foto: Divulgação /Campinense

“Jantamos e na saída do hotel fomos surpreendidos por integrantes de torcidas organizadas do América-RN. Eles partiram para o confronto, apedrejaram o nosso ônibus. A delegação ainda recuou, mas eles insistiram no confronto e não tivemos outra alternativa senão enfrentá-los. Graças a Deus acionamos a polícia, que deteve um dos torcedores” – disse o dirigente, que prestou boletim de ocorrência numa delegacia em Natal.

 

A delegação do Campinense acionou a empresa responsável pelo ônibus, que enviou um outro veículo, e só assim a viagem da volta pode ser iniciada, rumo à Campina Grande, horas depois do programado. Segundo Danylo Maia, o clube irá encaminhar o caso à Federação Paraibana de Futebol e também à CBF.

“Infelizmente aconteceu isso num jogo de torcida única. A gente pede às autoridades e às federações, como também à própria CBF, que tenham mais cuidado com a organização do campeonato. Que possam reforçar o policiamento e garantam a integridade dos jogadores. A gente volta para Campina Grande e vamos fazer uma semana de muito trabalho para resolver isso dentro de campo. O Campinense vem sendo muito elogiado pela disciplina já que usa exclusivamente do futebol para competir” – disse o dirigente.

Danylo Maia ainda se mostrou confiante no acesso, e chegou fazer uma alusão à situação vivida em Natal como fator de motivação para o jogo decisivo contra o América-RN.

Jornal da Paraíba